[Letra de "Robocop Gay"]

[Verso: Dinho, Bento, Samuel & Júlio]
Um tanto quanto másculo
Ah, com "M" maiúsculo
Vejam só os meus músculos
Que com amor cultivei
Minha pistola é de plástico (Quero chupar-pa-pa)
Em formato cilíndrico (Quero chupar-pa)
Sempre me chamam de cínico (Quero chupar)
Mas o porquê eu não sei (Quero chupar-pa)
O meu bumbum era flácido
Mas esse assunto é tão místico
Devido a um ato cirúrgico
Hoje eu me transformei
O meu andar é erótico (Silicone, yeah, yeah, yeah)
Com movimentos atômicos (Silicone, yeah, yeah)
Sou um amante robótico (Silicone, yeah)
Com direito a replay (Silicone, yeah)
Um ser humano fantástico
Com poderes titânicos
Foi um moreno simpático
Por quem me apaixonei
E hoje estou tão eufórico (Doce, doce, amor)
Com mil pedaços biônicos (Doce, doce, amor)
Ontem eu era católico (Doce, doce, amor)
Ai, hoje eu sou um gay, ai

[Ponte: Dinho]
Abra sua mente, gay também é gente
Baiano fala oxente e come vatapá
Você pode ser gótico, ser punk ou skinhead, ah
Tem gay que é Mohamed, tentando camuflar, Allah, meu bom, Allah
Faça bem a barba, arranque seu bigode
Gaúcho também pode, não tem que disfarçar
Faça uma plástica, aí entre na ginástica
Boneca cibernética

[Refrão: Dinho]
Um Robocop Gay
Um Robocop Gay
Um Robocop Gay
Ah, eu sei, eu sei
Meu Robocop Gay

[Saída: Dinho]
Ai, como dói